Mostra de cinema discute valorização da cultura amazônica

Com objetivo de valorizar a cultura amazônica e contribuir para o desenvolvimento socioambiental foi realizada na última semana em Vilhena a “3ª Mostra de Cinema: Verde na Tela”.

Patrocinada pelo Banco da Amazônia a mostra foi coordenada pelo fotógrafo e Washington Kuipers, e os produtores culturais Andréia Machado e Marcio Guilhermon que fazem parte do Ponto de Cultura e Mídia Livre Serpentário Produções, e da Associação Cultural, Educação, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável Diversidade Amazônica (ACEMDA).

A mostra foi realizada gratuitamente entre os dias 24 a 27 de julho nas escolas públicas Marcos Donadon, Ângelo Mariano Donadon e Álvares de Azevedo e Colégio Tiradentes da Polícia Militar de Rondônia de Vilhena, onde os alunos tiveram a oportunidade de ver filmes ligados à temática ambiental e cultural e também participaram de palestras e oficinas.

Entre os filmes exibidos os alunos tiveram a oportunidade de ver o documentário “Os Nambiquaras e o Ritual da Menina Moça”, produzido em Vilhena. O curta metragem foi contemplado com o prêmio de vídeo documentário “Lídio Sohn” do Governo de Rondônia através da Superintendência da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel).

De acordo com Washington Kuipers, o documentário tem a duração de 27 minutos e retrata o ritual da menina-moça praticado há muitos anos pelos indígenas Nambiquaras que povoam Rondônia.

A representante do Banco da Amazônia em Vilhena, Ana Lipke Machado elogiou a “3ª Mostra de Cinema: Verde na Tela”, e disse que importante a realização de projetos que promovam a valorização da cultura na região Amazônica e também da preservação do meio ambiente.

Ana ainda ressaltou que Banco da Amazônia patrocina projetos e eventos que respeitam a sustentabilidade econômica, social e ambiental da região amazônica, entre eles projetos nos segmentos ambiental, social, cultural, esportivo e de exposições, que valorizam o que é legitimamente amazônico e favorecem a cidadania das comunidades da região Amazônica.

Washington informou que foram atendidos mais de 600 alunos com as atividades da mostra gratuitamente.  “A Mostra entrou em sua terceira edição se consolidando em Vilhena como espaço para conferir produções com a temática ambiental, promover a reflexão sobre a importância de se preservar o meio ambiente colocando assim o verde na tela, só tenho a agradecer ao Banco da Amazônia pelo patrocínio”, finalizou Washington.