Sequestrado, torturado e executado cunhado de senador eleito por RO

Gilmar Lopes Moreira foi sequestrado no dia 23

Saques foram feitos durante seu desaparecimento; cadáver estava com pés e mãos amarrados

A Polícia Civil (PC) confirmou na manhã desta sexta-feira, 28, o corpo do cunhado do senador eleito por Rondônia, Marcos Rogério (DEM). O cadáver de Gilmar Lopes Moreira estava em decomposição. Segundo informações da polícia, ele fora sequestrado no dia 23 de dezembro próximo ao distrito de Extrema, região que pertence à capital Porto Velho.

De acordo com dados os investigadores, a vítima foi executada a pauladas e por enforcamento. A polícia trabalha com esta hipótese porque o corpo foi encontrado com sinais de tortura, inclusive com braços e mãos amarrados, procedimento geralmente adotado para sessões de tortura.

Os investigadores da PC informaram, ainda, que pelo menos quatro pessoas fizeram saques de sua conta bancária durante o período em que a vítima estava desaparecida. Os policiais que trabalham no caso prenderam um homem que possivelmente está envolvido no crime. Ele diz ser “filiado” ao Comando Vermelho (CV). Dois veículos utilizados na ação criminosa também foram apreendidos.

Muito embora policiais não deem detalhes acerca das investigações, sabe-se que pelo menos mais três homens estão sendo procurados sob a acusação de participarem do sequestro, tortura e execução de Gilmar Lopes Moreira.

Foto: Rondônia Agora