Pelo menos sete feridos em conflito; dois estão na UTI e uma morte confirmada

Local é de difícil acesso e a equipe de policiais passou o dia na ocorrência

Trabalho da polícia continua, mas ainda não há detalhes do que motivou a confusão

A Gazeta Amazônica vem acompanhando o caso sobre o conflito que aconteceu na Fazenda Bauru, também conhecida como fazenda Magali, e de acordo com as últimas informações repassadas pela Polícia Civil (PC), sete pessoas ficaram feridas e pelo menos uma morreu. Até o início da tarde a informação era de que seis pessoas estavam feridas. De acordo com as informações preliminares, a confusão aconteceu por volta das 6h.

Ainda de acordo com o relatório do caso, os feridos foram encaminhados para o Hospital. Quatro deles foram liberados após passarem por exames médicos. Três seguem internados (sendo dois em observação e um estado grave). Uma vítima foi transferida para a cidade de Juína, em razão da gravidade do quadro de saúde.

Ainda não se sabe ao certo o que motivou o conflito, nem exatamente quem são os feridos. A imprensa do Mato-Grosso ventila a informação de que Sem-terras teriam tentado ocupar a propriedade e acabaram sendo recebidos à bala pelos seguranças da fazenda, porém esta informação ainda não foi oficialmente confirmada.

A Delegacia de Polícia de Colniza solicitou reforço da Gerência de Operações Especiais (GOE), da Polícia Civil, Ciopaer (Secretaria de Segurança Pública), e peritos da Politec de Cuiabá para realizar os trabalhos de local de crime e necropsia.