IFRO promove feira de troca de mudas neste fim de semana em Vilhena

Mudas ornamentais, frutíferas, medicinais e de temperos. Com estas opções, os acadêmicos de Arquitetura e Urbanismo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Vilhena, estão desenvolvendo um projeto que objetiva realizar trocas de mudas entre a comunidade vilhenense.

Para participar basta comparecer à Feira Municipal da cidade, nos dias 23 e 24 de fevereiro (sábado e domingo), levando quantas mudas desejar trocar. Serão disponibilizadas pelo projeto mais de 200 mudas para troca.

A iniciativa surgiu da necessidade de curricularização da extensão e de complementar as atividades da disciplina de Paisagismo. O projeto visa também mobilizar a comunidade de Vilhena para um conjunto de ações voltadas para o desenvolvimento da consciência ecológica, em especial, da preservação do meio ambiente.

Sob a orientação das professoras Ariane Zambon e Fernanda Oliveira, os estudantes primeiramente coletaram 200 mudas de plantas, não somente ornamentais, mas também espécies medicinais, frutíferas e temperos. Depois os alunos precisaram identificar as variedades e etiquetá-las com o nome e os cuidados exigidos (quantidade de regas, iluminação adequada etc).

A prática possibilita aos acadêmicos o desenvolvimento de conhecimentos importantes sobre a manipulação dos objetos, das plantas e do solo, fundamentais para uma execução bem sucedida de projetos paisagísticos dos futuros arquitetos urbanistas. A estudante Joyce Moura destaca que o projeto é importante também para que os acadêmicos possam adquirir conhecimentos sobre diferentes variedades de plantas e sobre os cuidados que cada uma exige.

Joyce conta que a expectativa para a feira é muito boa, porque possibilita que a comunidade tenha acesso a novas espécies: “acho muito bacana porque a pessoa pode levar mudas de plantas que ela já tem e sair da feira com plantas que ela ainda não possui sem gastar nada, sem falar que está contribuindo para o nosso conhecimento”.

Podem participar da feira todas as pessoas interessadas em compartilhar mudas de plantas e/ou adquirir novas variedades, assim como todos que desejarem conhecer mais sobre o projeto e quiserem prestigiar o trabalho dos acadêmicos.

Serão aceitos para troca mudas de quaisquer variedades, mas é necessário levar o nome da planta. A etapa final do projeto será realizada no dia 26/02, com a comunidade interna do IFRO (alunos e servidores), que estão sendo convidados a trocarem um litro de leite integral por uma das mudas disponibilizadas.

Todo o leite arrecadado será doado ao Lar dos Idosos de Vilhena. O Diretor-Geral do Campus Vilhena, Aremilson Elias de Oliveira, afirmou que a iniciativa, além de ser uma prática extensionista, contribui para o fortalecimento do espírito solidário da comunidade acadêmica do IFRO Campus Vilhena.

Fonte: IFRO