Vereador apresenta saída para economia de recursos públicos para Vilhena

Adilson Oliveira, vereador

Adilson de Oliveira propôs a criação de uma usina de energia solar

O vereador Adilson de Oliveira (PSDB) apresentou uma proposta ao poder executivo de Vilhena a fim de reduzir o preço da conta de energia elétrica dos prédios públicos e consequentemente dar uma refrescada nas contas da prefeitura de Vilhena: a construção de uma usina de energia solar.

De acordo com o projeto apresentado pelo vereador, o empreendimento irá custar aos cofres públicos aproximadamente R$ 3 milhões de reais. “Há diversos estudos que comprovam a viabilidade do projeto. Há cidades no país que há trabalham com este sistema e comprovadamente conseguiram resultados satisfatórios no que diz respeito à economia”, disse.

Parque Solar no Piauí com 930 mil painéis e capacidade para atender 300 mil casas – foto: Instato Solar

O tempo de retorno do investimento, de acordo com cálculos apresentados pelo vereador Adilson é de três anos. “É perfeitamente viável. O município tem capacidade econômica para tornar o projeto realidade, além de conseguir dar um passo a mais rumo ao progresso”, defendendo Oliveira.

O Município de Vilhena trava uma queda de braço com as Centrais Elétricas de Rondônia (Ceron) há décadas por conta de uma dívida milionária de quase R$ 70 milhões oriundos de fornecimento de eletricidades aos logradouros e prédios públicos.

Isso sem contar os reajustes na tarifa de energia que a partir deste ano será constante. Os parques solares, como são conhecidas as usinas de energia solares, ou usinas fotovoltáicas, já são realidade no país, principalmente no Nordeste brasileiro, onde estão instalados os maiores empreendimentos do segmento.