Governador Marcos Rocha afirma que nova previdência é necessária para corrigir erros do governo do PT

Governador Marcos Rocha está cumprindo agenda em Brasília e usou a rede social Facebook para manifestar seu apoio a reforma da Previdência e a criação de um novo fundo para financiar a educação básica. Transcrevemos o post :

Reforma da previdência e recursos do FUNDEB

— Participamos da IV edição do Fórum dos Governadores em Brasília e em seguida reunião com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. Os focos principais foram a reforma da previdência e o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).🇧🇷

— A nova previdência é medida necessária para corrigir erros de governos passados (PT). Prolongar o modelo atual é decidir pagar uma conta muito maior nos próximos anos, penalizando severamente as gerações futuras e o desenvolvimento do país. Nos próximos dias dialogarei com a nossa bancada para que a reforma passe da melhor forma possível, em benefício do Brasil e de Rondônia. É natural que existam alterações que os próprios deputados acrescentarão, mas o foco principal é que ela passe de forma a diminuir o rombo e proteger o nosso futuro. Não é uma medida confortável, mas necessária para alinhar as questões econômicas, tanto da união quanto dos estados.🇧🇷

— O FUNDEB é responsável pelo custeio de grande parte da educação de Rondônia. Devido ao seu vencimento em 2020, meu trabalho é em torno da defesa da criação de um novo fundo, a fim de que esses recursos não deixem de ser repassados aos estados.🇧🇷

— Por fim, participamos da primeira reunião do Consórcio da Amazônia Legal (agora já estabelecido). Tratamos da apresentação do processo de elaboração do planejamento estratégico do Consórcio, do levantamento de dados junto aos estados que compõem a bancada e da formação dos Conselhos do Consórcio, construindo a agenda para o restante do ano. A nova organização possui como prioridade PROTAGONIZAR e FORTALECER a região norte no cenário nacional, amplamente esquecida nas últimas décadas.🇧🇷

Vamos fortes, Rondônia!

Fonte: Facebook