Dezenove pessoas são presas em operação que combate garimpo ilegal em Rondônia

Dezenove pessoas foram presas em flagrante durante uma ação conjunta para combater o garimpo ilegal no Rio Madeira.

A ação, denominada Ouro Fino, contou, segundo a Polícia Federal, com reforços de equipes do Exército, da Marinha, da Polícia Militar Ambiental, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e da PF. A operação ocorreu nesta semana em dois dias.

Conforme a PF, o objetivo foi frear o garimpo ilegal na região, que conta com uma área que pertencente à Unidade de Conservação Parque Nacional do Mapinguari. Além das prisões, as equipes conseguiram apreender armas, munições e até mercúrio – substância tóxica utilizada no garimpo.

A PF informou ainda que todos os presos foram encaminhados à Delegacia da Polícia Federal em Guajará-Mirim (RO), município a pouco mais de 330 quilômetros de Porto Velho.

Na sequência, seguiram a uma unidade prisional da capital.

Objetivo foi frear o garimpo ilegal na região.  — Foto: PF/Divulgação

Objetivo foi frear o garimpo ilegal na região. — Foto: PF/Divulgação

Local pertence à Unidade de Conservação Parque Nacional do Mapinguari.  — Foto: PF/Divulgação

Local pertence à Unidade de Conservação Parque Nacional do Mapinguari. — Foto: PF/Divulgação

Fonte: G1 Rondônia