Professora do IFRO de Colorado lança glossário bilíngue na área de produção animal

Maria Helena Ferrari é autora do glossário

Material foi oficialmente lançado na III semana de Zootecnia do campus

Esta semana o Instituto Federal de Rondônia (IFRO) Campus Colorado do Oeste realizou a “III Semana de Zooctecnia”, evento organizado pela Coordenação de Curso, Centro Acadêmico de Zootecnia, docentes e servidores.

Um dos destaques do evento foi o lançamento do Glossário Bilíngue de termos técnicos na área de produção animal. O Glossário foi produzido pela professora do IFRO, Maria Helena Ferrari e discente do Programa de Mestrado em Produção Animal da Universidade Brasil de Descalvado/SP, com a ideia de contribuir com a democratização do conhecimento científico especialmente na área da produção animal, na qual a docente contou com o apoio de zootecnistas, veterinários, agrônomos e técnicos em agropecuária no qual agradece imensamente a participação.

A autora relata que tem ampla experiência em ensino de língua inglesa e que ao trabalhar leitura instrumental com alunos do curso de Zootecnia, percebeu a dificuldade de encontrar instrumentos de tradução específicos para área, assim nasceu a ideia e foi lapidada durante o curso de Mestrado em Produção Animal da Universidade Brasil.

O trabalho foi orientado pela professora Dra. Cynthia Pieri Zeferino e coorientado pelo professor Dr. Luiz Arthur Malta Pereira. O glossário foi construído baseado na análise de artigos científicos publicados na revista Journal of Animal Science em 2017 especificamente, com foco em nutrição de ruminantes, área da bovinocultura de corte e leite que possui representatividade na economia rondoniense.

Como docente de Língua Inglesa e pesquisadora sobre ensino de língua estrangeira, Maria Helena destaca a importância dos acadêmicos aprenderem Inglês, pois países que possuem maiores níveis de proficiência  em Língua Inglesa investem mais em ciência e inovação tecnológica.

Segundo a English First 2017 em pesquisa realizada envolvendo 88 países no mundo todo o Brasil ocupa a posição 41º, e classificado como baixa proficiência. Outro aspecto relevante é o título que a língua inglesa tem como língua franca por ter maior número de falantes não nativos. Nessa perspectiva, a divulgação do resultado das pesquisas brasileiras é feita através de periódicos e revistas científicas às quais passam a exigir seus manuscritos em Inglês.

Mais informações e aquisição, contactar através do e-mail: maria.helena@ifro.edu.br

III Semana de Zootecnia do IFRO em Colorado do Oeste

Texto e foto: Divulgação