PF e MPF investigam denúncia sobre água contaminada no Hospital Regional de Vilhena

Unidade é a maior do extremo sul de Rondônia

Amostras foram coletadas para análise a fim de esclarecer as informações

Membros do Ministério Público Federal (MPF) e Polícia Federal (PF) realizaram na tarde desta terça-feira, 11, uma batida no Hospital Regional de Vilhena a fim de coletarem amostras de água do local para averiguarem uma denúncia sobre contaminação.

De acordo com fontes do site Gazeta Amazônica, há a denúncia de que a fossa teria contaminado a água do poço artesiano que abastece a unidade hospitalar. Membros do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Vilhena foram convocados para coletarem as amostras.

Ainda não se sabe quem é o autor da denúncia, nem se há veracidade na informação. Uma equipe de reportagem do site Gazeta Amazônica está no local em busca de novas informações. O que se sabe até o momento é que o assunto vinha sendo tratado com discrição entre membros do alto escalão da Secretaria Municipal de Saúde (Semus).

Alguns jornalistas tentaram mais detalhes acerca do assunto que foi negado pelas autoridades. Mais informações a qualquer momento.