Homem acusado de queimar e matar marido deve ir a julgamento nesta semana

Foto: Reprodução

Ozéias (esq.) é o único acusado do homicídio; vítima teve todo o corpo queimado

Será julgado nesta semana, o cabeleireiro Ozéias Cassimiro de Camargo, que é acusado de matar o próprio marido, Daniel Reis, no final do ano passado. A vítima foi encontrada em sua residência, no bairro Moysés de Freitas com queimaduras por todo o corpo.

Bombeiros que socorreram o também cabeleireiro relataram que ele estava vivo no momento em que chegaram ao local, porém ele acabou morrendo no dia seguinte ao dar entrada no Hospital Regional em decorrência de uma parada cardiorrespiratória.

Não se sabe ao certo até hoje o que ocasionou o crime. Ozéias, que ficou foragido por alguns dias após o caso, confirmou através de seu advogado que seu companheiro teve uma crise de ciúmes porque ele estaria viajando muito – Ozéias participava de uma campanha eleitoral.

Por conta disso, segundo a versão do acusado, Daniel teria pego gasolina, jogado em ambos e ateado fogo. Ainda segundo a versão de Ozéias, ele teria conseguido forçar a porta que fora trancada pelo marido e pegou uma mangueira para tentar ajuda-lo.

O advogado do acusado relatou, ainda, que ele deixou a casa onde morava com a vítima – eles estavam juntos há pelo menos uma década – por medo. O caso tomou repercussão estadual em decorrência da gravidade dos ferimentos.