Suchi comemora reajuste de diárias dos servidores; projeto surgiu através de sua indicação

Vereador e servidores municipais à época em que proposta foi apresentada

Valores eram insuficientes para arcar com as despesas fora do município

O subtenente Suchi (Podemos) comemorou nesta semana a consolidação de um projeto que surgiu após uma indicação sua em agosto do ano passado: o reajuste e equilíbrio das diárias dos servidores do município de Vilhena.

É época, ao defender a proposta (inicialmente trata apenas dos motoristas) o vereador salientou que o trabalho dos servidores é de suma importância para o bom andamento da máquina pública, e tratava-se de uma questão de justiça garantir valores pelo menos compatíveis com os custos de hospedagem e alimentação fora do município.

Suchi agradeceu ao prefeito pelo empenho e por melhorar os valores. “Quando trabalhamos juntos, toda comunidade ganha. O prefeito reconheceu que o valor pago aos profissionais era insuficiente para cobrir as despesas e conseguimos resolver mais um problema do município. Quero deixar meus agradecimentos a ele por mais esta conquista”, elogiou.

As diárias dos motoristas, por exemplo, variavam entre R$ 80 a R$ 120. A partir desta semana, os valores foram reajustados para R$ 200 para todos os servidores.

“É um trabalho de extrema necessidade. Além disso, vale salientar que motoristas também preservam vidas e não é justo oferecer condições abaixo do mínimo necessário para operar com profissionalismo suas funções. Esta é uma vitória da sociedade”, enalteceu.

Plano de carreira

Em conversa com a equipe de reportagem do site Gazeta Amazônica, o subtenente Suchi estendeu os agradecimentos ao prefeito pela economia que Eduardo Japonês (PV) diz ter feito durante sua gestão na ordem de R$ 4 milhões. “Com este recurso vamos finalmente poder colocar em prática o plano de carreira prometido aos servidores municipais. Esta também é uma grande vitória da nossa sociedade”, relatou.

Suchi relembrou que o plano de carreira é uma luta antiga dos servidores e que esta economia anunciada pelo prefeito era o último instrumento para a concretização do projeto.

“Com esta economia, o prefeito já pode colocar em prática o plano de carreira a partir do mês que vem. Pra este projeto ele já tem um parceiro na câmara de vereadores. Pode contar comigo”, anunciou.